Welink Accountants Welink Accountants
O que é auditoria financeira? Contabilidade das empresas

O que é auditoria financeira? Contabilidade das empresas

Welink Accountants

Welink Accountants

 A auditoria financeira é um processo contabilístico de análise das contas da empresa, com o objetivo de avaliar se cumpre as normas contabilísticas a que está obrigada, considerando a sua atividade. É um processo vital quando se pretende uma boa gestão na empresa, independentemente do volume de negócios desta.

 

Muitas empresas não realizam auditorias financeiras, não por desconhecerem o que é uma auditoria financeira, mas por desconhecerem a sua real importância e não saberem como fazer uma auditoria financeira.

 

Hoje em dia são muitas as empresas externas e independentes que se dedicam a este tipo de serviço, característica muito importante para garantir a idoneidade do processo. Contudo uma empresa poderá também conduzir uma auditoria interna.

 

Com a informação que se recolhe desta análise, elabora-se um relatório final, com indicadores financeiros que permitirão aos gestores, tomadas de decisão relativas ao futuro da empresa. Espera-se por isso que estas informações sejam verdadeiras e precisas. 

 

 

Conteúdo:

 

  • 1. O que é, na prática, uma auditoria financeira?
  • 2. O que faz um auditor financeiro?
  • 3. Conclusão

 

 

1. O que é, na prática, uma auditoria financeira?

 

Uma auditoria financeira é uma revisão das demonstrações financeiras da empresa. Esta revisão assenta numa análise detalhada dos movimentos financeiros da empresa, transações e operações que efetuou a todos os níveis. Nomeadamente analisando transferências bancárias para pagamentos a fornecedores, remunerações dos colaboradores, compras, pagamentos de dividendos, entre outros.

 

Uma empresa que realize com frequência este tipo de análise tem informação real sobre as suas finanças e pode assim antecipar algumas situações. Nomeadamente no que diz respeito a acordos que pode fazer com outros parceiros, garantindo assim a sua solidez no mercado.

 

Por outro lado, a auditoria financeira também fornece à empresa informações que lhe permitem identificar situações menos positivas, evitando assim tomadas de decisão relativas à gestão da empresa que poderiam não ser benéficas para a mesma. Evitam-se assim custos desnecessários e garante-se maior segurança para a empresa. 

 

 

2. O que faz um auditor financeiro?

 

A função dos auditores financeiros é verificar todos os processos financeiros de todos os departamentos da empresa e garantir que as demonstrações financeiras estão de acordo com os princípios de contabilidade e cumprem as normas jurídicas em vigor.

 

O auditor financeiro é um técnico especializado na área, que se espera não exerça qualquer outra atividade que eventualmente possa afetar a sua isenção e independência. É um profissional qualificado, que conhece o modelo de funcionamento de negócios da empresa em questão. E tem conhecimento técnico que lhe permite conduzir o seu trabalho de análise verificando se existem irregularidades nos documentos da empresa, e se for esse o caso, perceber se as situações em causa são justificadas por erro humano, informático ou por intenção / fraude. 

 

Detectar essas situações é importante porque ajuda a evitar que voltem a acontecer no futuro.

 

Como qualquer profissional o auditor financeiro deve manter-se atualizado relativamente às normas e práticas contabilísticas, visto que estão constantemente a sofrer alterações. Sempre que a lei fiscal se altera isso obriga a que o auditor disponha de mais tempo para se informar e adaptar às mesmas.

 

O relatório final do auditor não deve conter nenhum erro. Dele devem fazer parte algumas recomendações de controle interno, valiosas para uma próxima auditoria. Deste relatório fazem também parte alguns indicadores financeiros, muito importantes para perceber aquilo a que podemos designar de saúde da empresa.

 

Entre estes indicadores, está por exemplo o que nos indica o lucro efetivo da empresa em determinado período de tempo, o indicador de rentabilidade. Outro indicador muito importante é o de liquidez, que vai permitir à empresa perceber se o orçamento que tem é suficiente para garantir o cumprimento de todas as obrigações financeiras que assumiu para um determinado período.

 

Existem muitos outros indicadores financeiros que permitem à empresa perceber os custos fixos que está a ter com a sua atividade. Como o valor que cada cliente representa para si em determinado momento, a quantidade de produto que tem em stock e há quanto tempo o tem, já que produtos parados significam custos elevados, a liquidez corrente. 

 

Ou seja, a sua capacidade de efetuar pagamentos no imediato, comparando o que tem a receber a curto prazo com os compromissos que assumiu, e o nível de endividamento que possui. Este último vai permitir perceber o quanto a empresa depende de terceiros, e atuar antes que alguma situação mais delicada aconteça, conduzindo quem sabe, a empresa à inevitável situação de falência.

 

 

3. Conclusão

 

Em jeito de conclusão interessa perceber que uma auditoria financeira é um processo contínuo que considera três fases distintas, a preparação, a implementação e a revisão. Dada a exigência e complexidade de cada fase, quando uma auditoria está a terminar é altura de se começar a preparar a próxima.

 

Independentemente de o auditor ser um técnico interno ou externo à empresa, uma auditoria financeira pretende reduzir o risco da empresa na sua atuação diária no mercado de trabalho, melhorar a qualidade das suas finanças, detetar e prevenir situações de fraude, e claro conduzir a empresa a um futuro mais risonho.   

Encontre o seu contabilista perto de si
iContas Vila Nova de Poiares (3350-151)
Mais resultados

É um contabilista certificado ou um revisor oficial de contas?

Referencie o seu escritório no primeiro site especializado em contabilidade.