Welink Accountants Welink Accountants
Porquê utilizar um consultor imobiliário?

Porquê utilizar um consultor imobiliário?

Welink Accountants

Welink Accountants

Quando quer comprar ou vender um imóvel, tem duas opções: pode usar um profissional ou pode fazê-lo você mesmo.

 

Trabalhar com um profissional do ramo imobiliário é um verdadeira ajuda. Mas também vem com um custo. O profissional atuará como intermediário entre o vendedor e o comprador, em troca de uma comissão. Mas a utilização de um profissional imobiliário também traz muitas vantagens, tais como poupança de tempo, maior paz de espírito e por vezes até uma certa rentabilidade.

 

No passado, tudo o que tinha de fazer era entregar os seus documentos a um agente imobiliário  que tentariam satisfazer as suas necessidades da melhor forma possível. Mas nos últimos anos tem havido um novo tipo de intermediário: o conselheiro imobiliário. 

 

O consultor imobiliário é independente. Ele gere transacções em nome de uma agência imobiliária, que lhe paga uma comissão, dependendo do número de contratos assinados.

 

Então, porquê utilizar um consultor imobiliário? Nós explicamos.

 

 

Resumo: 

 

1. O que é um consultor imobiliário? 

2. O papel do consultor imobiliário

  • a. Um profissional do ramo de imobiliário
  • b. Um consultor

3. Como escolher o seu consultor imobiliário?

  • a. Uma pessoa em quem pode confiar
  • b. Um especialista em imobiliário
  • c. Um excelente comunicador
  • d. Uma pessoa organizada

4. Conclusão

 

 

1. O que é um consultor imobiliário? 

 

O consultor imobiliário é uma peça fundamental no mercado de compra e venda de casas. Há uns anos as transações imobiliárias eram feitas de forma pessoal e direta entre proprietário e comprador. Hoje em dia o mercado está mais complexo e o papel do consultor tornou-se essencial para garantir o máximo de segurança e rapidez no negócio.

 

Este profissional é responsável pela avaliação do imóvel, apresenta também todas as informações importantes como: as opções de financiamento, análise da documentação necessária, faz a procura de imóveis para futuros negócios e acompanha potenciais clientes para fazer as visitas aos domicílios.

 

Para isto, o consultor imobiliário terá de identificar as necessidades de cada possível comprador para o mesmo sugerir imóveis que reúnam as características essenciais.




2. O papel do consultor imobiliário

 

O trabalho de um consultor imobiliário está dividido em duas partes: a procura constante de uma carteira de clientes, estando a par das evoluções no setor  e por outro lado orientando os clientes  nas suas negociações.

 

 

Um profissional do ramo de imobiliário

Como profissional do ramo imobiliário, o consultor deve estar constantemente atento ao mercado. Monitorizam a situação e as tendências no sector imobiliário: novas leis, preços por metro quadrado, tempo necessário para vender, etc. 

 

Este profissionalismo ajuda a tranquilizar os clientes, para além de lhes fornecer informações fiáveis e interessantes.

 

É por isso que é importante que o consultor imobiliário esteja constantemente a aprender, não só sobre o mercado imobiliário, mas também sobre as suas competências pessoais: negociação, relações com clientes, comunicação, etc. 

 

É uma profissão que requer um questionamento constante dos próprios conhecimentos, mas também das próprias competências, a fim de continuar a evoluir ao mesmo tempo que o mercado.

 

 

Um consultor

Finalmente, a base do trabalho do consultor imobiliário é, naturalmente, fornecer conselhos. Ele informa o seu cliente sobre o estado do mercado e as várias possibilidades de acordo com o seu projeto. Podem por vezes ser obrigados a realizar operações de prospecção em nome dos seus clientes. 

 

O consultor imobiliário deve ser versátil para responder da melhor forma às perguntas e necessidades dos seus clientes.

 

Uma vez encontrado o bem ou o comprador, ele atuará como intermediário entre as partes. São responsáveis pela elaboração e acompanhamento dos ficheiros. Ele gere tanto as operações de venda como as de arrendamento. 

 

O trabalho de um consultor requer, portanto, boas capacidades de negociação, mas também de comunicação, uma vez que ele ou ela está constantemente em contacto com cada uma das partes.  

 

 

3. Como escolher o seu consultor imobiliário?

 

É importante escolher cuidadosamente o seu consultor imobiliário. Ele ou ela é a pessoa que o acompanhará durante todo o seu projeto, durante várias semanas ou mesmo meses. 

 

 

Uma pessoa em quem pode confiar

Durante as suas primeiras conversas com o consultor imobiliário, é necessário que se sinta à vontade. É imperativo estabelecer uma verdadeira relação de confiança para que se possa falar livremente. 

 

Isto irá ajudá-los a compreender as suas necessidades e irá facilitar a compreensão das suas expectativas ou preocupações. 

 

Mais do que um consultor, ele ou ela é uma pessoa com quem se pode contar. Para tal, o consultor imobiliário deve estar disponível para o ouvir e ser facilmente contactável.

 

 

Um especialista em imobiliário

Como mencionado acima, o consultor imobiliário deve ter fortes capacidades de negociação e comunicação. 

 

Mas também devem ter um excelente conhecimento do mercado imobiliário. Não hesite em fazer perguntas a fim de julgar as suas capacidades e perícia.

 

 

Um excelente comunicador

O trabalho de consultor imobiliário é, acima de tudo, um trabalho de vendas. Devem, portanto, ser bons ouvintes, mas também bons comunicadores, tanto com os seus clientes como com os vários intervenientes no mercado. O consultor imobiliário está em contacto com o vendedor, o comprador, outros profissionais imobiliários, o notário, mas também com profissionais da construção para produzir estimativas. 

 

É preferível escolher um consultor imobiliário com boas competências interpessoais e a boa network. 

 

 

Uma pessoa organizada

Finalmente, a venda ou compra de um imóvel requer uma série de etapas e documentos. Por conseguinte, é importante ser particularmente organizado e rigoroso para garantir que tudo corra sem problemas. 

 

O consultor imobiliário deve gerir a parte administrativa até ao último detalhe, pode evitar o processo demorado e dispendioso de elaboração de contratos de venda e de cometer erros. 

 

Certifique-se de que o seu consultor imobiliário é uma pessoa séria e organizada antes de se comprometer.




4. Conclusão

 

O argumento financeiro é frequentemente a principal razão pela qual as pessoas preferem não utilizar um consultor imobiliário. No entanto, há muitas vantagens em utilizar um profissional: 

 

  • realizam trabalhos profissionais de prospecção e marketing
  • acompanham e tranquilizam os seus clientes ao longo de todo o processo
  • asseguram que o projecto seja seguido na sua totalidade e nas melhores condições possíveis
  • permanecem disponíveis e fornecem conselhos valiosos

 

É aconselhável utilizar os serviços de um consultor de imobiliário em vez de o fazer sozinho. Quer queira comprar ou vender um imóvel, é um processo relativamente longo e técnico. Ao trabalhar com um consultor imobiliário, irá poupar tempo valioso. 

 

O consultor imobiliário trará conhecimentos reais, tanto em termos das suas competências comerciais como da sua capacidade de aconselhar e tranquilizar. O consultor imobiliário tem uma certa empatia, adquirida através da experiência. Ele ou ela procura satisfazer as suas necessidades o melhor possível, mas também tranquilizá-lo, assumindo as principais responsabilidades durante as várias fases.

 

Além disso, a comissão concedida ao consultor imobiliário deve ser posta em perspectiva, pois ele ou ela poderia poupar-lhe vários milhares de euros graças à sua capacidade de negociação.

É um contabilista certificado ou um revisor oficial de contas?

Referencie o seu escritório no primeiro site especializado em contabilidade.