Welink Accountants Welink Accountants
Fusão de empresas: vantagens e desvantagens

Fusão de empresas: vantagens e desvantagens

Como é facilmente compreensível, o termo fusão de empresas significa que duas ou mais entidades se fundem para dar origem a uma só organização, sempre com o objetivo de obter resultados positivos para cada parte. Este é um processo complexo que exige vários requisitos burocráticos, jurídicos e contabilísticos e que deve ser acompanhado por profissionais especializados em negócio e gestão de empresas. 

 

Se estiver a ponderar a avançar com uma ação de fusão de empresas, poderá encontrar na Welink Accountants a equipa ideal para o acompanhar. Estes profissionais vão ser muito úteis assim que compreender a complexidade do processo no que toca á definição das pessoas jurídicas, ao tipo de organização, ao tamanho da empresa e ao seu envolvimento no mercado. 

Fusão de empresas: breve contextualização

 

Fusão de empresas: vantagens e desvantagens

 

Antes de compreendermos as vantagens e as desvantagens da fusão de empresas, é importante esclarecer, de forma simples, o funcionamento do processo de fusão de empresas. Quando falamos em fusão de empresas não falamos da compra de uma por parte da outra, falamos sim da união igualitária de ambas as partes. Trata-se de uma técnica empresarial de reorganização na qual podem participar duas ou mais empresas, que juntas darão origem a uma nova organização empresarial. 

 

Um dos pontos que pode gerar mais questões é a escolha do momento mais propício para iniciar um processo de fusão de empresas. Podemos dizer que, um dos momentos que pode trazer mais vantagens para os envolvidos é quando ocorre algum tipo de mudança significativa do mercado de ação. 

 

Se o objetivo é unir forças, é inteligente optar por fundir as vantagens da sua empresa, reduzindo as desvantagens da empresa parceira numa só organização. Assim, conseguirá potenciar o acesso a investimentos, diversificar os negócios, fazer um upgrade aos equipamentos, alcançar oportunidades de novas angariações de know-how e claro, reforçar a notoriedade das suas equipas no mercado. 

 

Como em todos os negócios, também a fusão de empresas passa por vários processos prévios que servem para verificar a viabilidade da união. Começamos por uma fase de estudo das partes envolvidas, para que se apurem as vantagens e desvantagens claras para cada empresa. De seguida é feita uma assembleia geral em cada organização, para aprovação da fusão de empresas por parte dos órgãos de gestão. Mediante aprovação, o processo segue para um plano de execução detalhado, que vai delimitar as linhas de ação, o suporte da negociação e todos os detalhes da nova organização empresarial e definição de objetivos. 

Vantagens da fusão de empresas

A fusão de empresas não deixa de ser ela própria um negócio, por isso, e como todos os negócios, teremos vantagens e desvantagens no decorrer do mesmo. Começando pelas vantagens, definimos um grupo de seis que consideramos as mais significativas, mas, com certeza, teríamos muitas mais para destacar. 

  • Visibilidade e notoriedade de marca: Ao fundirmos dois públicos-alvo, de empresas diferentes, isto só pode constituir uma vantagem. O alcance será maior, logo a visibilidade aumentará. Isto pode significar um crescimento, quer a nível de negócio, quer a nível de notoriedade;
  • Mais oportunidades de ação: Ao juntarmos, no mínimo duas perspetivas de mercado diferentes, estaremos a criar uma nova perspetiva mais forte, com menos riscos de mercado. Isto poderá facilitar vários processos e constituir uma vantagem no que toca a conseguir oportunidades de potenciar o negócio. 
  • Mercado mais dinamizado: Quando juntamos duas empresas diferentes, que juntas se vão focar num determinado grupo de produtos ou serviços, estaremos a estreitar a relação entre esta nova empresa e o seu público-alvo, no qual toda a ação estará agora muito mais focada. 
  • Menos riscos: Com certeza concorda connosco quando dizemos que tudo aquilo que reduza riscos será uma vantagem, certo? Ao optar pela fusão de empresas, estará a tornar a sua empresa mais forte, mais competitiva e mais preparada para as constantes oscilações do mercado. É obvio que uma empresa mais forte é uma empresa com menos riscos. 
  • Potenciar resultados: A fusão de empresas vai permitir que chegue a um público maior e amplie o seu mercado. Quando se associa a uma nova empresa, estará a trazer para si também as receitas dessa entidade. Ou seja, conseguirá acesso a novas oportunidades de negócio e a mais probabilidades de obter novos clientes.
  • Reduzir custos: Difícil resistir a esta vantagem, certo? Pois bem, com a fusão de empresas é provável que ocorra uma otimização dos processos, quer internos, quer externos. Esta otimização permitirá, por sua vez, uma redução dos desperdícios e de custos desnecessários.

Desvantagens da fusão de empresas

Fusão de empresas: vantagens e desvantagens

 

Agora que já entendeu as maravilhas da fusão de empresas, vamos mostrar-lhe também o outro lado, o das desvantagens deste processo de negócio. 

  • Alteração das políticas core: Aquilo de define o funcionamento interno de uma empresa é a sua cultura core e esta não é facilmente mudada. Quando ocorre uma fusão de empresas é inevitável que ocorra um conflito cultural entre as equipas, que estão habituadas a trabalhar de maneiras diferentes. Isto, com certeza, constitui uma desvantagem, uma vez que os objetivos, propósitos e valores das empresas serão postos em causa. 
  • Nova identidade: Este ponto pode ser visto como vantagem ou desvantagem. Decidimos considerá-lo uma desvantagem de acordo com a perspetiva do cliente, que demorará algum tempo a adaptar-se à nova marca, ainda que esta surja com mais força.
  • Novos processos: As burocracias e métodos de gestão de desempenho são uma realidade nas empresas. Quando duas se unem pode ser difícil a adaptação a todos os novos processos. 
  • Mais distrações, mais adaptações, menos produtividade: É certo que mudanças geram ansiedade, e a ansiedade é uma desvantagem para a produtividade das equipas. Contudo, é compreensível que a reorganização da estrutura empresarial e uma redefinição dos cargos internos acabe por afetar a concentração dos colaboradores.

Encontre um Contabilista
ou um Revisor Oficial de Contas qualificado

É um contabilista certificado ou um revisor oficial de contas?

Referencie o seu escritório no primeiro site especializado em contabilidade.